sábado, 31 de dezembro de 2011

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

UTILIDADE PÚBLICA: 'Praia Segura' será lançada no 1º fim de semana do ano

Representantes do Corpo de Bombeiros Militar, do Samu e da Cruz Vermelha estiveram reunidos na manhã desta quarta feira, dia 28, no auditório do Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, em Natal, para discutir os detalhes da Campanha Praia Segura a ser realizada no RN entre os dias 7 de janeiro e 19 de fevereiro, dentro da Operação Verão da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED). 

"A Campanha terá um caráter educativo e preventivo com o objetivo de orientar turistas e veranistas quanto aos cuidados a serem tomados para evitar acidentes no litoral durante a estação do verão a fim de diminuir as ocorrências neste período onde as praias e estradas ficam mais movimentadas", disse o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Elizeu Lisboa Dantas.

A ação ocorrerá nos dias 7, 8, 14, 21 e 28 de janeiro e 4, 11, 18 e 19 de fevereiro, das 7 às 12 horas. Para isso serão mobilizados 70 pessoas, entre agentes dos Bombeiros, Samu e Cruz Vermelha, dois micro-ônibus, uma van e cinco veículos de auto passeio. Na ocasião serão distribuídos 60 mil folders com orientações preventivas e 10 mil pulseiras de identificação para crianças. Além de blitzen educativas nas vias de acesso às praias do litoral Norte e Sul, oito equipes móveis estarão percorrendo as praias Búzios, Barreta, Pirangi, Cotovelo, Ponta Negra, Forte, Meio, Redinha, Genipabu, Pitangui, Muriú, Tibau do Norte e Açude Itans, além de hotéis, pousadas, restaurantes, rodoviária, aeroporto, entre outros locais, com a distribuição de folders e pulseiras.

FOGOS - Tradicionalmente usados nas comemorações de fim de ano, os fogos de artifício podem dar brilho e beleza ao Réveillon, mas podem também representar perigo para crianças e adultos que não tomarem o devido cuidado ao incrementarem suas comemorações.

Em primeiro lugar, é imprescindível localizar uma loja especializada nesses tipos de produto. Na hora da compra, é importante olhar na embalagem e verificar se os fogos têm o pré-requisito de faixa etária, pois têm certos tipos de fogos que menores de 18 anos não podem soltar. Siga as orientações do fabricante e peça mais informações na hora da compra, em caso de alguma dúvida de como proceder com fogos de artifício. É muito importante seguir as instruções das embalagens. Acidentes são comuns com pessoas que não empregam os fogos de forma correta.

Aos comerciantes, a principal orientação é não vender fogos de artifício a menores de idade desacompanhados de seus responsáveis, já que o procedimento é proibido por lei. Já aos usuários, o Corpo de Bombeiros recomenda uma leitura atenta das informações dos fabricantes dos fogos de artifício sobre procedimentos de segurança. Os danos mais comuns são dilacerações, amputações de dedos e alguma lesão auditiva ou no globo ocular. Para evitar ferimentos, é importante usar os prolongamentos e bases de lançamento que são comercializados junto com os fogos. Como se trata de um show pirotécnico, para a garantia do sucesso, é aconselhável deixar para os profissionais especializados em fogos de artifício.

As pessoas devem estar em um lugar aberto e seguro durante o Réveillon. Evitar ambientes fechados e proximidades das redes de eletricidades. A distância para explodir os fogos com segurança é de 50 a 100 metros de pessoas, edificações e carros. É preciso ter um cuidado especial com as crianças.

Em caso de acidentes, o Corpo de Bombeiros recomenda que se ligue 193 (Bombeiros) ou 192 (Samu).
Além dos cuidados com os fogos de artifício, também são necessários outros cuidados: evitar a combinação explosiva de álcool e direção ajuda a diminuir os índices de acidentes de trânsito, comuns em eventos de grande porte. O cidadão deve se conscientizar que, não seguindo as orientações de segurança, ele põe em risco a vida dele e de terceiros.


FONTE: http://gazetadooeste.com.br/index.php?area=exibir_noticia&id=3713

PATROCINADORES DO BLOG:

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Confraternização de Natal Dos Grupos de Ciclistas Mossoroenses

Fotos Confraternização (1 parte)


NOTA DOS TRILHEIROS: Venho por meio dessa agradecer mais uma vez aos 100 ciclistas que participaram da nossa primeira confraternização de Natal. Agradecer também a Mazinha pelo trabalho que ela fez e aos colaboradores (Pedal Peças, Militar Bike, yoga esporte, eurides peças, aero bike, ceará peças,  Auto Bike, esporte magia, ao nosso amigo Romero (Barraca das Frutas) e aos outros também que nos ajudaram). ** Lembrando que essa foi nossa primeira confraternização , então serviu de grande experiência para todos **


terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O Melhor Ciclista do Brasil é do Rio Grande do Norte.

O número 1! José Eriberto confirma o título do ranking 2011; Pinda soberana por equipes

Por Tadeu Matsunaga
Com o final da temporada do ciclismo nacional na realização da Copa da República, o ranking brasileiro também teve seu desfecho. Campeão da Volta do Estado de São Paulo, o potiguar Jose Eriberto (Padaria Real/Caloi/Sorocaba) também ficou com o primeiro lugar no ranking e coroou uma temporada de afirmação.
No início da temporada, Eriberto foi apresentado como novo reforço de Sorocaba após deixar o time de Pindamonhangaba, assim como o argentino Edgardo Simon, refletindo na ambição da esquadra, que acabou conquistando a principal prova do país.
Com 679 pontos, o ciclista do Rio Grande do Norte superou os ciclistas Antonio Nascimento, o Tonho (576 pts) e Roberto Pinheiro (536 pts), ambos da equipe Funvic/Giant/Pindamonhangaba. O experiente Renato Seabra (Clube DataRo de Ciclismo) e Flávio Cardoso, o Baiano (Pindamonhangaba) foram quarto e quinto, respectivamente.
Ranking por equipes
Apesar de ficar sem a vitória no ranking individual, o time de Pindamonhangaba foi absoluto na disputa por equips. A equipe comandada por Benedito Tadeu, o Kid, foi a única a superar a marca de dois mil pontos e mais uma vez reforçou o status de elenco mais estrelado do Brasil – reforçado com as chegadas de Gregolry Panizo e Otávio Bulgarelli para a temporada 2012.
Pinda somou 2.812 pontos, enquanto Sorocaba com 1.735 pontos assegurou a segunda colocação. A equipe de Ribeirão Preto terminou com a terceira posição (1.369 pts) – superando em dez a DataRo, de Foz do Iguaçú.
No próximo ano, a expectativa em torno do ciclismo brasileiro deve ser ainda maior, já que pela primeira vez o país terá três representantes com o selo Continental: Pindamonhangaba, Sorocaba e DataRo.

PATROCINADORES DO BLOG:

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Carta a Papai Noel Por Luis Campos

Carta a Papai Noel

Por Luiz Campos
Seu moço, eu fui um garoto
Infeliz na minha infança
Qui eu sube qui fui criança
Mas pela boca dos ôto.
Só brinquei cum gafanhoto
Qui achava nos tabulero,
Debaixo dos juazeiros
Com minhas vaca de osso
Essas catrevage, sêo moço
Qui se arranja sem dinheiro.
Quando eu via um gurizin
Briancando de velocipe
De caminhão e de jipe,
Bola, revólve e carrin
Sentia dentro de mim
Desgosto que dava medo
Ficava chupando o dedo
Chorando o resto do dia
Só pruque eu não pudia
Pegar naqueles brinquedo.
Mas preguntei uma vez
A uns fio dum dotô:
Quem dá isso pra vocês?
Mim respondeu logo uns três:
-Isso aqui é os presente
Qui a gente é inocente
Vai drumi às vezes nem nota
Ai Papai Noé bota
Perto do berço da gente.
Fiquei naquilo pensando
Inté o Natá chegá
E na noite de Natá
Eu fui dromi m’a lembrando
Acordei, fiquei caçando.
Por onde eu tava deitado
Seu moço eu fui enganado
Qui de presente o qui tinha
Era de mijo uma pocinha
Qui eu mesmo tinha botado
Sai c’a bixiga preta
Caçando os amigo meu
Quando eles mostraro a eu
Caminhão, carro e carreta,
Bola, revólve , corneta,
E trem elétrico até,
Boneca máquina de pé,
Mas num brinquei só fui vê
E rusuvi escrevê
Uma carta a Papai Noé.
“Papai noé é pecado
Os outro se maltratá
Mas eu vou li reclamá
Um troço qui tá errado
Qui aos fio dos deputado
Você dá tanto carrin,
Mas você é muito rim
Qui lá em casa num vai
Por certo num é meu pai
Qui não se lembra de mim.
Já tó certo qui você
Só balança o povo seu
E um pobre quinem eu
Você vê, faz qui não vê.
E se você vê, porque
Na minha casa num vem?
O rancho qui a gente tem
É pequeno, mas li cabe
Será qui você num sabe
Qui pobre é gente também?
Você de roupa incarnada
Colorida, bonitinha
Nunca reparou qui a minha
Já tá toda remendada
Seja mais meu camarada
Pr’eu num chamá-lo de rim
Para o ano faça assim:
Dê meno aos fio dos rico
De cada um tire um tico
Traga um presente pra mim.
Meu endereço eu vou dá,
Da casa qui eu moro nela.
Moro naquela favela
Que você nunca foi lá.
Mas quando você chegá
Qui avistá uma paioça
Cuberta cum lona grossa
Cum dois buracão bem grande
Uma porta vêia de frande
Pode batê, qui é a nossa.
Luiz Campos é um poeta mossoroense praticamente ignorado pelo poder público municipal, que vende imagem – através de farta propaganda – de uma cidade como “Capital da Cultura”. Balela.
Esse homem simples é o maior poeta desta terra e vive em condições precárias. Poderia ser pior, não fosse o socorro de alguns amigos, gente solidária e consciente do seu valor atemporal.
Depois, com sua morte, certamente devem aparecer uns espertalhões para homenageá-lo.

PATROCINADORES DO BLOG:

Mossoroenses aderem ao ciclismo noturno

















Grupo Trilheiros Mossoró sai pedalando pela cidade durante 
todas as noites de terça e quinta-feira


Seja como forma de divulgar, estimular, promover e criar condições favoráveis para o uso da bicicleta como meio de transporte; integrar os ciclistas da cidade e valorizar a cultura da bicicleta; e ainda conscientizar os usuários dos meios de transporte motorizados da importância da bicicleta para aliviar os congestionamentos; os mossoroenses também foram contagiados pela febre nacional de pedalar sobre duas rodas e aderiram ao ciclismo noturno. 

É o caso dos "Trilheiros Mossoró", um grupo de ciclistas iniciantes da cidade, que tem como objetivo praticar o 'night biker' em conjunto sem pretensões de competitividade. O CORREIO DA TARDE acompanhou a saída do grupo na noite de quinta-feira passada (15). Partindo da Praça do Rotary, no bairro Nova Betânea, o grupo seguiu percurso para a Serra Mossoró com previsão de cerca de duas horas e meia de duração. Com capacete, luvas, óculos e roupa esportiva e montados em suas bicicletas equipadas com farol dianteiro, lanterna traseira e pneus grossos para trilha, os ciclistas iriam pedalar por cerca de 40 km até o destino final.

Um dos ciclistas participantes é a comerciante Nadja Patrícia. Praticante do ciclismo há cerca de um ano e uma das idealizadores do Trilheiros Mossoró, ela explica o que motivou a recente criação do grupo que tem aproximadamente dois meses de existência. "O grupo foi criado tendo em vista que o ciclismo é um esporte que pode ser utilizado para se obter um condicionamento físico mais apurado e é indicado, inclusive para aquelas pessoas para quem a caminhada já não é capaz de proporcionar um impacto físico que seja benéfico", disse ela, destacando as vantagens da prática do ciclismo.

"Independentemente disso, é muito gostoso sentir o vento no rosto quando estamos pedalando, apesar de todas as dificuldades que o trânsito da cidade nos oferece", acrescentou Nadja Patrícia, ressaltando que a falta de ciclovias é um dos principais problemas enfrentados pelos amantes da "arte de pedalar". E para tentar chamar a atenção do poder público e conscientizar a sociedade sobre a necessidade de implantação de ciclovias, os grupos Trilheiros e Ciclismo Mossoró estão organizando para o próximo mês a realização de um movimento em um domingo ainda à ser definido para se reivindicar a implantação de uma ciclo faixa de lazer na avenida Rio Branco. 

A expectativa de público para a mobilização, segundo o idealizador do Ciclismo Mossoró, Alex Polari, é de cerca de 800 pessoas participantes. A faixa de via à ser interditada aos domingos deverá ser dedicada ao empresário e ciclista "Sousinha do Parque Elétrico", vitimado em março deste ano por um câncer de pulmão. 

“Carlinhos", aos 40 anos de idade, pratica ciclismo há dez 
O comerciário Carlos Henrique, "Carlinhos", de 40 anos de idade, é um dos fundadores do grupo Trilheiros Mossoró. Adepto assíduo do ciclismo há cerca de dez anos, Carlinhos conta que praticar a atividade lhe traz vários benefícios. "O ciclismo me proporcionar bem estar físico e mental, além de permitir uma maior interação social", disse Carlinhos, reivindicando maior segurança para os ciclistas diante do fato de que, por duas vezes, marginais tentaram roubar a bicicleta dele.

fonte: http://www.correiodatarde.com.br/editorias/esporte-67684


PATROCINADORES DO BLOG:

COFIRMADO, CONFRATERNIZAÇÃO TERÇA DIA 27/12/11



DATA: 27/12/2011
LOCAL DE CONCENTRAÇÃO: PRAÇA DO ROTARY (IREMOS DE BIKE ATÉ LÁ)
DESTINO: BARRACA DAS FRUTAS
HORÁRIO DE SAÍDA: 18:45

OBS: Como haviamos falado antes, vamos fazer um amigo oculto neste dia, o que o ciclista deve levar:

01 - Presente no valor de até R$ 20,00 (opção: pode ser acessório para bicicleta ou algo unisex) e sorteis de vários brindes das lojas de bicicletas de Mossoró.



Fonte: Trilheiros Mossoró


PATROCINADORES DO BLOG:

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011